Sugestão Bibliográfica

Música, Cérebro e Êxtase.

Por que gostamos tanto de música? Por que alguns sons nos parecem sublimes e outros insuportáveis? Por que um acorde é feliz, outro triste, outro angustiado? A resposta a estas perguntas, dentre muitas outras questões instigantes, faz de “Música, Cérebro e Êxtase”, do pianista e compositor americano Robert Jourdain, um livro arrebatador, cuja leitura nos traz uma compreensão inteiramente nova sobre a música e o modo como ela nos emociona, algumas vezes, até o êxtase.

Jourdain aproxima-se da música pelos mais variados ângulos – da antropologia à biologia, da estética à psicologia, da história à filosofia. Ele tanto acompanha a evolução da música desde seus primórdios, como examina a maneira como o cérebro processa as hierarquias de som. O autor analisa, ainda, dispositivos musicais, como melodia, harmonia e ritmo, citando exemplos, que vão desde “A Pantera Cor-de-rosa”, de Henry Mancini, a Mozart e Stravinsky.

Com um texto informativo e atraente, Jourdain nos apresenta a alguns personagens fascinantes, como Mozart, começando a tocar cravo aos três anos; Rosemary Brown, a médium que afirmava receber composições de Brahms, Liszt, Chopin; e vítimas de danos cerebrais que só esboçavam alguma reação ao ouvir música. Sem exigir conhecimentos musicais e científicos, “Música, Cérebro e Êxtase” é um livro que se destina a todos que amam a música, modificando nossa forma de escutá-la e iluminando de forma surpreendente o mundo dos sons.

AUTOR………..:  Robert Jourdain
Editora………..: Objetiva (1 de março de 1998)
Gênero………..: Artes
Subgênero…..: Música
Formato………: 20,8 x 13,8 x 2,8 cm
Páginas………..: 444 páginas
Acabamento..: Brochura
ISBN-10………..: 8573021845
ISBN-13………..: 978-8573021844
Idioma…………: Português
Ano………………: 1998